Publicado em Deixe um comentário

Ainda sem pedidos sólidos para o modelo, Embraer desenvolve primeiro E175 E2

A única linha aérea que solicitou 100 unidades do modelo é SkyWest Airlines dos Estados Unidos, porém sem ainda sem autorização para operá-lo

O menor modelo da família pode conter até 90 lugares e tem previsão para iniciar as operações em 2021.

Quais são as diferenças da primeira família de e-Jets para a família E2?

Segundo a Fabricante: “Possuem o maior alongamento no mercado de corredor único, novos motores ultra-high-by-pass geared-turbofan da Pratt & Whitney, com novos aviônicos, controle fly-by-wire de 4ª geração, nova arquitetura e-Enabled e uma nova cabine com ainda mais espaço e conforto, com redução de dois dígitos nos custos operacionais.”

Porém, o novo E175 E2 possui uma desvantagem ao seu antecessor, com todas as melhorias realizadas ele ficou um pouco mais pesado, podendo haver um pouco mais de dificuldade de operar em determinados Aeródromos, mas suas melhorias compensam tal desvantagem.

Foto exibe fase importante na montagem da Aeronave, a junção das seções da fuselagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *