Publicado em Deixe um comentário

Companhia aérea argentina de baixo custo chega ao Brasil.

A empresa Flybondi já possui autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar no país, concedida dia 02/07. No entanto, está regularizando documentações para iniciar suas atividades, que tem previsão de início em Outubro deste ano (2019). A companhia realizará inicialmente voos entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires, somente 3 vezes por semana.

Você conhece o termo “low-coast”?

O termo se refere a Companhias Aéreas de Baixo Custo, eliminando custos provenientes de serviços tradicionais oferecidos aos passageiros, baseando-se na simplicidade do serviço sem distinção de classes. O conceito teve origem nos Estados Unidos e popularizou-se na Europa durante os anos noventa, tudo graças à liberalização do setor dos transportes aéreos no mercado norte-americano iniciada em 1978. Esta liberalização veio permitir que as companhias aéreas pudessem circular livremente, com total autonomia em termos de estabelecimento de preços, rotas e capacidade de transporte que, até aí, eram limitadas.

Empresas binacionais, resultado de aproximação entre Brasil e Argentina

Brasil e Argentina, apesar de algumas desavenças naturais de qualquer relação, podem ser considerados grandes parceiros comerciais. Esta afirmativa está consubstanciada nos números de comércio exterior apresentado no decorrer dos anos. A globalização, em seu sentido amplo, a proximidade entre os dois países e a criação do MERCOSUL podem ser alguns dos fatores responsáveis para podermos afirmar que a relação comercial entre Brasil e Argentina é mais do que satisfatória. Dentro deste panorama, cada vez mais os governos dos dois países e principalmente as empresas, que fomentam esta relação, precisam criar alternativas para a diminuição dos custos de operacionalização dos investimentos para que assim haja uma maximização de lucros. Para tanto existe um tipo de figura societária (empresa), permitida no ordenamento jurídico de Brasil e Argentina, criada através de um tratado assinado por Brasil e Argentina, em 6 de julho de 1990, em Buenos Aires, o Tratado para o Estabelecimento de um Estatuto das Empresas Binacionais Brasileiro-Argentinas. Trata-se de um instrumento já em vigor a mais de 15 anos que é pouco conhecido dos empresários brasileiros e argentinos. Este desconhecimento também pode ser atribuído a uma pouca divulgação institucional deste tipo de sociedade que deveria ficar ao encargo dos governos de Brasil e Argentina e também do desconhecimento de consultorias especializadas para tanto.

Fonte: Âmbito Jurídico

Publicado em Deixe um comentário

Piloto falece durante o voo e copiloto realiza pouso de emergência no MS

Após decolar da cidade de Barreiras – BA com destino a Americana – SP, Benedito Fernando Ricci de 59 anos, teve um mal súbito durante o voo.

Após o ocorrido, a bordo de uma aeronave King Air C90A (Turbo hélice – Bimotor), o Copiloto Matheus Pasquotti fez um pouso de emergência no aeroporto Internacional de Campo Grande (MS).

Matheus Pasquotti assumiu o comando da aeronave, solicitou atendimento médico e logo pousou em Campo Grande, por volta das 10h. Segundo o órgão responsável junto a equipe médica, antes mesmo de pousar, Ricci teve um infarto e entrou em óbito.

Copiloto lamenta perda em rede social

“Acordamos hoje pela manhã, tomamos nosso café, preparamos nossas coisas, tiramos o avião do hangar e fomos fazer o que mais gostamos de fazer ….. VOAR …. mas no meio do caminho, como em um piscar de olhos, você se foi meu amigo !!!!! Me faltam palavras para descrever o que estou sentindo, descrever o que foram esses 5 anos voando juntos, bagunçando e dando muita risada !!!! Agradeço a Deus por ter conhecido um cara como você, amigo, companheiro, um piloto dedicado e que amava voar ! Peço a Deus que conforte todos os seus familiares com o Amor e a Paz que só o Senhor Jesus pode dar !!!!”

– Matheus Pasquotti